Leia também:
X Bolsonaro critica incoerência da CNN ao abordar atos

Bolsonaro defende classificar Antifa como grupo terrorista

Presidente Donald Trump anunciou que fará classificação no país

Camille Dornelles - 31/05/2020 17h14 | atualizado em 31/05/2020 17h15

Protesto em São Paulo Foto: Fábio Vieira/FotoRua /Agência O Globo

Entre as torcidas organizadas dos quatro grandes clubes de São Paulo (Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo) foi convocado para o ato deste domingo (31) um grupo chamado Antifa.

Também chamado de Antifas, o nome é uma abreviação de antifascismo e remete a um grupo que critica o governo federal. Ele não está presente apenas no Brasil, mas também em outros países.

Manifestações nos Estados Unidos contra a truculência policial e morte de George Floyd tiveram a presença de integrantes da Antifa. O presidente Donald Trump categorizou o grupo como terrorista.

Logo após a publicação de Trump, o presidente Jair Bolsonaro reproduziu a mensagem e a ligou com os atos violentos ocorridos na Avenida Paulista, em São Paulo.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também comentou sobre o assunto.

– O Brasil deveria fazer o mesmo. Aqui eles se fantasiam de torcida organizada, mas todos sabemos que querem é desordem, baderna e confronto com manifestações pacíficas – escreveu Eduardo Bolsonaro.

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.