Leia também:
X Justiça proíbe retomada de escolas privadas na cidade do Rio

Bolsonaro decide que Pazuello será o ministro efetivo da Saúde

Cerimônia de posse está marcada para a quarta-feira. Ele passou mais de três meses como interino

Pleno.News - 14/09/2020 21h00 | atualizado em 15/09/2020 11h53

Eduardo Pazuello foi nomeado ministro da Saúde Foto: MS/Erasmo Salomão

O presidente Jair Bolsonaro decidiu nesta segunda-feira (14) tornar ministro efetivo o general Eduardo Pazuello, que exerce a função de interino à frente do Ministério da Saúde.

O militar, que inicialmente resistia a ser confirmado como efetivo, foi convencido pelo presidente. Ele ficou como interino no cargo por mais de três meses.

A assessoria de imprensa da Presidência da República informou à reportagem que a cerimônia de posse está marcada para a quarta-feira (16).

Segundo relatos de auxiliares palacianos, convites para o evento já começaram a ser distribuídos na Esplanada dos Ministérios.

Desde que Pazuello assumiu como interino, Bolsonaro manifestava a intenção de efetivar o militar. Na época, no entanto, o general chegou a dizer ao presidente que preferia ser temporário e que queria deixar a função em outubro.

O Ministério da Saúde confirmou que o ministro será oficializado no cargo. A pasta não informou se, com isso, ele deve ir para a reserva.

Pazuello estava no comando da pasta de forma interina desde 15 de maio. Antes, ele era secretário-executivo na gestão de Nelson Teich, que deixou a pasta em meio a divergência com o presidente Jair Bolsonaro sobre a ampliação da oferta da cloroquina.

Inicialmente, Pazuello costumava dizer que ficaria apenas por 90 dias. O prazo, porém, encerrou em agosto. Dias depois, ele deixou oficialmente o comando da 12ª região militar, em Manaus.

*Folhapress

Leia também1 Feliciano destaca profundo respeito de Bolsonaro pelos evangélicos
2 Em alta! Aprovação de Bolsonaro volta a patamar pré-pandemia
3 Igrejas: Bolsonaro sugere ao Congresso que derrube veto
4 Bolsonaro veta perdão a dívidas de igrejas e atende Paulo Guedes
5 Propostas de Bolsonaro podem ser aprovadas na Câmara

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.