Leia também:
X Papai Noel dos Correios alegra o Natal de crianças carentes

Bolsonaro dará continuidade ao programa Mais Médicos

Ministério da Saúde abrirá edital para preencher vagas deixadas por médicos cubanos

Pleno.News - 14/11/2018 18h33 | atualizado em 14/11/2018 20h00

Ministério da Saúde irá lançar edital para ocupar vagas deixadas pelos médicos cubanos no programa Mais Médicos Foto: Agência Brasil/José Cruz

Com a saída de Cuba do programa Mais Médicos do Brasil, nesta quarta-feira (14), o Ministério da Saúde vai lançar um edital nos próximos dias. A oportunidade será para médicos que queiram ocupar as 8.332 vagas deixadas pelos profissionais.

– Será respeitada a convocação prioritária dos candidatos brasileiros formados no Brasil seguida de brasileiros formados no exterior. O governo federal está adotando todas as medidas para garantir a assistência dos brasileiros atendidos pelas equipes da Saúde da Família que contam com profissionais de Cuba – informou o ministério através de comunicado oficial.

O governo de Cuba justificou a saída do programa por considerar inaceitáveis as exigências feitas por Jair Bolsonaro e disse que as mesmas violam acordos anteriores. O presidente eleito disse que a permanência dos cubanos está condicionada à realização do exame aplicado aos médicos que se formam no exterior e querem atuar no Brasil.

Em conversa com a imprensa, na sede do governo de transição, Bolsonaro declarou que não irá acabar com o programa Mais Médicos.

– Estamos formando, tenho certeza, em torno de 20 mil médicos por ano, e a tendência é aumentar esse número. Nós podemos suprir esse problema com esses médicos. O programa não está suspenso, médicos de outros países podem vir para cá. A partir de janeiro, pretendemos, logicamente, dar uma satisfação a essas populações que serão desassistidas – afirmou o presidente eleito.

Leia também1 Bolsonaro define Ministro das Relações Exteriores
2 Horário de posse de Bolsonaro é alterado, diz Eunício Oliveira
3 Dr. Rey fala de rejeição: "Não preciso de dinheiro brasileiro"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.