Leia também:
X Em apoio a Bolsonaro, povo se une e grita ‘Renan vagabundo’

Bolsonaro dá recado: ‘Não ousem roubar a liberdade do povo’

Presidente discursou durante manifestação na Esplanada dos Ministérios

Gabriela Doria - 15/05/2021 18h21 | atualizado em 15/05/2021 20h04

Após sobrevoar a Esplanada dos Ministérios, neste sábado (15), o presidente Jair Bolsonaro discursou para milhares de apoiadores que se reuniram para prestar apoio a ele. Em cima de um palanque montado no gramado da área central de Brasília, Bolsonaro prometeu reerguer o Brasil.

– Assumimos o governo e pegamos um Brasil praticamente destroçando, ética, moral e economicamente. […] Não está sendo e sei que não será fácil, mas o que esses caras não entendem é que eu sou ‘imbroxável’. Quando deixar a Presidência, deixaremos um Brasil bem melhor do que aquele que recebi em janeiro de 2019 – afirmou.

O presidente também disparou críticas a governadores pelas medidas de isolamento social e disse que luta pelo conservadorismo.

– Enfrentei por 28 anos uma verdadeira guerra ideológica que poucos davam valor. Mas o nosso compromisso era, acima de tudo, um bem mais sagrado, que a nossa própria vida, que é a nossa liberdade – completou.

Ele encerrou a fala exaltando o poder do povo.

– Tudo ao seu tempo. O maior poder não é o Judiciário, Legislativo, Executivo. O maior poder são vocês. O momento estava duro. Não desafiamos ninguém. Não queremos o confronto com ninguém, mas não ousem confrontar ou roubar a liberdade do nosso povo – disse.

Leia também1 Em apoio a Bolsonaro, povo se une e grita 'Renan vagabundo'
2 Datafolha: Maioria apoia CPI da Covid mas duvida de resultado
3 Bolsonaro participa de almoço com o povo e faz discurso
4 Bolsonaro sobrevoa protesto e apoiadores gritam: 'Eu autorizo!'
5 STF analisará denúncias contra Bolsonaro antes de ir à Câmara

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.