Leia também:
X ‘Novo Lázaro’ diz não saber por que matou bebê a facadas

Bolsonaro critica passaporte da vacina e chama ato de “coleira”

Declaração ocorreu durante a cerimônia de assinatura dos contratos com as empresas que venceram o leilão do 5G

Henrique Gimenes - 07/12/2021 18h00 | atualizado em 07/12/2021 18h21

Bolsonaro sério irritado
Presidente Jair Bolsonaro Foto: Flickr/Palácio do Planalto

Nesta terça-feira (7), durante um evento no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro voltou a disparar críticas ao passaporte da vacina. Para ele, a medida é como uma “coleira” que querem colocar no “povo brasileiro”.

A declaração ocorreu durante a cerimônia de assinatura dos contratos com as empresas que venceram o leilão do 5G.

– A gente pergunta: por que o passaporte vacinal, essa coleira que querem botar no povo brasileiro? Cadê nossa liberdade? Prefiro morrer do que perder minha liberdade – destacou.

Durante o evento, Bolsonaro ainda afirmou que a vacina não impede a contaminação pelo coronavírus e a transmissão da Covid-19.

– Nós vemos uma briga enorme aqui, agora, sobre passaporte vacinal. Quem é favorável, não se esqueça: amanhã alguém pode impor algo a você [a] que você não seja favorável. E a gente pergunta: quem toma vacina pode contrair o vírus? Pode e contrai. Pode transmitir? Sim e transmite. Pode morrer? Sim, pode, como tem morrido muita gente, infelizmente – destacou.

Leia também1 Bolsonaro: "A Anvisa quer fechar o espaço aéreo de novo, p****"
2 Bolsonaro vence eleição popular de personalidade do ano da Time
3 'Quem chegar à Presidência vai renovar STF', destaca Bolsonaro
4 Haddad se revolta com mudança de Bolsonaro no Prouni: "Nojo!"
5 'Linguagem neutra estimula a molecada a se interessar por essa coisa', diz Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.