Leia também:
X Prefeitura contrata Patati Patatá “fake”, e palhaços são vaiados

Bolsonaro critica o STF e defende que página do PCO “fique aberta”

Em discurso nesta quarta-feira (8), presidente voltou a mostrar preocupação com a liberdade

Henrique Gimenes - 08/06/2022 14h41 | atualizado em 08/06/2022 16h53

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

Nesta quarta-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e defendeu o Partido da Causa Operária (PCO). Ele lamentou a decisão do ministro Alexandre de Moraes de suspender as redes sociais da sigla após o PCO defender a dissolução da Corte. A informação foi dada pelo site Metrópoles.

A medida ocorreu na semana passada após o partido publicar críticas ao Supremo. Na ocasião, Moraes decidiu incluir a legenda no inquérito das fake news.

Durante um discurso com empresários na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), Bolsonaro lembrou que o PCO chamou Moraes de “skinhead de toga” e defendeu a liberdade.

– Cada vez mais nos tolhem, derrubam páginas, desmonetizam, ameaçam. Ontem eu estive com o vice mundial do Telegram e com o representante nacional e ele autorizou eu abrir parte da conversa. Estão sendo ameaçados de banimento pelo ministro Alexandre de Moraes se não fecharem, se não excluírem a página do PCO. O que é PCO, meu Deus do céu? É ultrarradical de esquerda. Deixa a página deles aberta, pô. Porque chamaram lá o ministro de “skinhead de toga”. Olha o que me chamam o tempo todo nas redes sociais – ressaltou.

O presidente também fez um alerta para “o risco que corre o Brasil”.

– Agora, em cima disso banir o Telegram? Eu não posso tudo. Como é que pode alguém do outro lado da pista querer tudo? Olha o risco que corre o Brasil. Nós temos que preservar a nossa liberdade acima de tudo – pontuou.

Leia também1 "Marcharei para onde o povo apontar”, diz Jair Bolsonaro
2 Jantar com Lula em SP terá ingressos de R$ 3 mil a R$ 20 mil
3 "Nós não vamos fazer papel de idiotas", afirma Bolsonaro
4 Bolsonaro indica Carlos Portinho como líder governista no Senado
5 Bolsonaro critica decisão do STF sobre Francischini: 'Tenho a obrigação de agir. Não vou viver como um rato'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.