Leia também:
X SP: Jovem morre afogada após tirar selfie em cachoeira

Bolsonaro critica a imprensa: ‘Desinformação estraga o país’

Em sua live semanal, presidente disse não ter "bronca", mas que fica chateado com as fake news

Henrique Gimenes - 16/01/2020 19h34 | atualizado em 16/01/2020 20h19

Presidente Jair Bolsonaro durante live Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer críticas à imprensa brasileira durante sua tradicional live semanal para falar dos feitos do governo. Ele comentou as notícias referentes a um livro que traria detalhes do seu primeiro ano de governo.

Ao lado do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e do secretário de Cultura, Roberto Alvim, o presidente fez uma piada com o título de uma nota que falou em demissão do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. A matéria foi publicada pelo jornal O Globo.

– Não tenho bronca da imprensa. Fico chateado com as fake news. Tivemos uma agora do Globo Online essa semana que foi o máximo. O título é o seguinte: Heleno convence Moro a não demitir Sergio Moro – debochou.

Após a leitura do título, todos os presentes na transmissão ao vivo começaram a dar risadas.

A matéria trata de um trecho do livro Tormenta: O Governo Bolsonaro – Crises, Intrigas e Segredos, que supostamente apresenta os bastidores do primeiro ano do governo Bolsonaro. A obra diz que, em 2019, o presidente teria cogitado demitir Moro, mas convencido a mudar de ideia após o ministro do GSI, general Augusto Heleno, falar que o governo iria acabar.

Ele já havia chamado o livro de fake news.

– Isso veio de um livro que foi lançado pela jornalista Thaís Oyama. Ela diz que eu pensei em demitir, ano passado, o ministro Moro. Agora os jornalistas têm clarividência. Não tem o que falar do governo. É o tempo todo atacando – apontou.

Bolsonaro também voltou a fazer críticas à cobertura da imprensa.

– Como gostaria de uma imprensa que vendesse a verdade para informar esse povo. Esse país iria andar muito. Agora uma imprensa estraga o país todo com esse tipo de desinformação. Não são todos. Tem muito veículo sério. Mas acabou a campanha – ressaltou.

Durante a live, Bolsonaro voltou ainda a falar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e rebateu uma crítica de que ele comenta muito sobre o petista.

– Sobre parar de falar do Lula. Você não pode esquecer esses caras que afundaram o Brasil. Eles estão vivos e vão tentar voltar em 2022 – apontou.

Ele ainda disse que não tem ambição pelo poder.

– Eu não tenho ambição ou obsessão pelo poder. Se chegar alguém melhor do que eu, você tem todo direito de votar nessa pessoa – destacou.

Leia também1 Bolsonaro participa de lanche com crianças venezuelanas
2 Bolsonaro compartilha visita à Amazônia em 2003
3 Moro almoça em 'bandejão' após reunião com Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.