Leia também:
X Veja ao vivo imagens do resgate de avião de Marilia Mendonça

Bolsonaro critica cassação de Francischini: ‘Foi um estupro’

Decisão foi tomada pelo TSE no final de outubro

Henrique Gimenes - 05/11/2021 17h43 | atualizado em 05/11/2021 21h09

Bolsonaro sério irritado
Presidente Jair Bolsonaro Foto: Flickr/Palácio do Planalto

Nesta sexta-feira (5), durante um evento em Ponta Grossa (PR), o presidente Jair Bolsonaro criticou uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de cassar o mandato do deputado estadual Fernando Francischini (PSL), do Paraná. Para ele, a decisão foi um “estupro”.

Francischini teve o mandato cassado por causa de uma live feita durante o primeiro turno das eleições em 2018. Na ocasião, ele disse que as urnas eletrônicas estavam fraudadas para impedir a eleição do então candidato Jair Bolsonaro.

Inicialmente, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) absolveu o parlamentar, justificando que a live em questão não teve alcance suficiente para influenciar o pleito. O Ministério Público Eleitoral (MPE), porém, recorreu ao TSE, que acabou votando pela cassação.

Ao comentar a medida, Bolsonaro lembrou que as declarações de Francischini não influenciaram as eleições.

– Há três anos, não converso com o deputado Francischini. A cassação foi um estupro. Por ter feito uma live 12 minutos antes [da eleição] não influenciou em nada. Ele era deputado federal. Foi uma violência- apontou.

Leia também1 Após ter o mandato cassado, Francischini irá recorrer ao STF
2 TSE cassa mandato do deputado Francischini por fake news
3 'Agora vai', diz Bolsonaro sobre investigação no caso da facada
4 Bolsonaro cancela homenagem a pesquisador contra a cloroquina
5 'Com 5G, indígenas mostrarão a verdade da Amazônia para a Europa', diz Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.