Leia também:
X Polícia realiza megaoperação contra agressores de mulheres

Bolsonaro cria departamento de política pública para pets

Coordenação Nacional de Proteção e Defesa Animal vai cuidar de ações voltadas para cães e gatos

Paulo Moura - 13/08/2020 09h57

Presidente Jair Bolsonaro, posa para fotografia com cachorro e seu guia da Polícia Rodoviária Federal Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro determinou, na quarta-feira (12), a criação de um departamento específico para cuidar de políticas públicas para pets, como cães e gatos. Nomeada como Coordenação Nacional de Proteção e Defesa Animal, o órgão foi instituído por meio do decreto que reestruturou o Ministério do Meio Ambiente. As mudanças têm 45 dias para serem implementadas.

A nova coordenadoria ficará ligada à Secretaria da Biodiversidade, subordinada ao Departamento de Conservações de Espécies, que é dedicado à proteção de fauna e flora brasileira e exótica. Em entrevista ao jornal Estadão, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, destacou que a criação aconteceu a pedido do próprio presidente.

– Esse foi um pedido do presidente. Nunca teve nada nesse sentido de defesa e proteção animal. É a pauta de proteção dos pets, cachorros, gatos. Vemos discussão disso todos os dias e não tinha na Esplanada quem cuidasse dessa pauta – disse Salles ao Estadão.

A promessa de estabelecer um órgão para cuidar de animais domésticos foi feita por Bolsonaro logo depois que ele se elegeu presidente, ainda em outubro de 2018, enquanto era discutida uma possível unificação dos ministérios da Agricultura e Meio Ambiente.

– Em falar em animais de estimação, vocês podem ter certeza que em nosso governo teremos uma secretaria específica para tratar dos direitos dos animais, os animais merecem respeito – disse ele, na época, em entrevista à Rádio Arapuan FM, da Paraíba.

Leia também1 Michelle sobre morte da avó: "Momento de dor e tristeza"
2 Doria não tomará cloroquina pois não "segue Bolsonaro"
3 Sergio Moro começa em novo trabalho em Brasília
4 Globo obtém liminar e Turner não poderá exibir Brasileiro
5 Bolsonaro visita viúva de PM assassinado e se emociona

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.