Leia também:
X Perícia que pode dar liberdade a Adélio será feita nesta segunda

Bolsonaro convoca apoiadores a irem às ruas em 7 de setembro

"Nós somos a maioria, nós somos do bem, nós temos disposição para lutar pela nossa liberdade", discursou presidente que é candidato à reeleição

Gabriel Mansur - 24/07/2022 16h05 | atualizado em 25/07/2022 13h22

O presidente Jair Bolsonaro convocou seus apoiadores para irem às ruas em 7 de setembro, no bicentenário da Independência. O convite aconteceu neste domingo (24), no Maracanãzinho, Rio de Janeiro, durante a convenção do PL que oficializou a candidatura de Bolsonaro à reeleição.

– Nós somos a maioria, nós somos do bem, nós temos disposição para lutar pela nossa liberdade, pela nossa pátria. Convoco todos vocês agora para que todo mundo, no 7 de Setembro, vá às ruas pela última vez. Vamos às ruas pela última vez – disse o chefe do Executivo.

Em atrito com os ministros do Supremo Tribunal Federal, o candidato à Presidência fez uma referência à Corte.

– Estes poucos surdos de capa preta têm que entender o que é a voz do povo. Têm que entender que quem faz as leis é o poder Executivo e o poder Legislativo. Todos têm que jogar dentro das quatro linhas da Constituição. Interessa para todos nós. Não queremos o Brasil dominado por outra potência. O que nós queremos é paz e tranquilidade, respeito à Constituição – afirmou.

No decorrer da cerimônia, que também homologou o general Walter Braga Netto como vice da chapa, Bolsonaro focou seu discurso na economia e nos feitos de seu governo, além de criticar o ex-presidente e também candidato ao Palácio do Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O atual presidente destacou que sua gestão passou por “três anos e meio sem corrupção” e aproveitou para alfinetar o PT: “A corrupção era o combustível de governos anteriores”, provocou. Em outro momento, chamou o ex-presidente Lula de “bandido” e “cachaceiro”.

Leia também1 Perícia que pode dar liberdade a Adélio será feita nesta segunda
2 Flávio: Bolsonaro acertou mais do que possa ter errado
3 "Deus tem promessas para o Brasil", diz Michelle Bolsonaro
4 Bolsonaro sobre Fachin: Estou pronto para conversar com ele
5 "Mentiras declaradas", diz Cunha sobre carta de Dilma a Temer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.