Leia também:
X Zé Trovão: “O início de uma nova era se instaura no Brasil”

Bolsonaro: coisas foram feitas de forma equivocada na pandemia

Presidente voltou a criticar o lockdown e medidas restritivas

Pleno.News - 11/09/2021 14h04 | atualizado em 11/09/2021 14h31

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar neste sábado (11), medidas de restrição à circulação de pessoas implementadas por governadores para conter a disseminação da Covid-19. O mandatário afirmou que o governo federal agiu corretamente no manejo da pandemia.

– Algumas coisas foram feitas de forma equivocada, não pelo nosso governo, no tratamento da pandemia. Nunca apoiamos lockdown, medidas restritivas, medidas como toque de recolher, entre outros. A população tinha que trabalhar – afirmou.

Em cerimônia na qual recebeu a Medalha do Mérito Farroupilha, em Esteio (RS), o presidente voltou a criticar a atuação de governadores e prefeitos na pandemia.

– Hoje sabemos o que alguns, ao dizerem defender a vida, podem fazer com a nossa população – disse Bolsonaro.

O presidente defendeu respeito à Constituição Federal, com destaque para o artigo 5º, que versa sobre direitos como o de ir e vir e a liberdade de culto. Segundo Bolsonaro, os problemas ocasionados pela pandemia em 2020 fizeram com que parte da população se interessasse por política.

– Vivemos ainda momentos um pouco conturbados, mas tenho certeza que as coisas já começaram a se ajustar. Não é dizer se esse ou aquele Poder saiu vitorioso, a vitória tem que ser do povo brasileiro – completou.

*AE

Leia também1 Presidente Bolsonaro visita o RS e é condecorado com medalha
2 Aposta de Bolsonaro, Tarcísio admite disputar as eleições
3 Por falta de AstraZeneca, Doria ameaça ir ao STF contra União
4 Banquetes no gabinete de Renan custam até R$ 900, diz jornalista
5 STF: Fachin não aceita pedido para impedir prisão de Zé Trovão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.