Leia também:
X BH: Kalil anuncia reabertura do comércio a partir de segunda

Bolsonaro cogita novas pastas após eleição da Câmara e Senado

Presidente não deu certeza sobre sobre a recriação de ministérios e disse que o Brasil é um país enorme

Henrique Gimenes - 29/01/2021 15h02 | atualizado em 29/01/2021 15h34

Presidente Jair Bolsonaro durante a durante cerimônia de planejamento dos Jogos Escolares Brasileiros Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta sexta-feira (29), que pode recriar novos ministérios após as eleições na Câmara dos Deputados e no Senado. De acordo com ele, o Brasil é um país muito grande, e diversas secretarias de seu governo poderiam ser ministérios devido à complexidade.

A declaração foi dada durante a durante cerimônia de planejamento dos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), no Palácio do Planalto, em Brasília.

No evento, Bolsonaro citou os três secretários que poderiam ser ministros: Marcelo Magalhães (de Esportes), Mário Frias (de Cultura) e Jorge Seif (da Pesca).

– Eu queria que hoje eu tivesse sido eleito presidente, porque algumas coisas a mais eu faria; outras eu não faria. Por exemplo, eu tenho três secretários… se eu soubesse do potencial de vocês, se eu tivesse mais conhecimento, com profundidade… seriam ministérios – apontou.

O presidente, então, falou que a recriação das Pastas é uma possibilidade, caso os candidatos apoiados por ele nas eleições na Câmara, o deputado Arthur Lira (PP-AL), e no Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), sejam eleitos.

– Se tiver um clima no Parlamento (pelo que tudo indica, as duas pessoas que […] nós temos simpatia devem se eleger), não vamos ter mais uma pauta travada. A gente pode levar muita coisa avante quem sabe até [podem] ressurgir os ministérios, esses ministérios – ressaltou o chefe do Executivo.

Por fim, Bolsonaro rebateu possíveis críticas sobre a iniciativa.

– Daqui a pouco vão falar: “”uer criar ministério de novo”. [Veja] O tamanho do Brasil. Só a Amazônia é maior que toda a Europa ocidental todinha – destacou o presidente.

Já sobre os Jogos Escolares Brasileiros, Bolsonaro afirmou que o Brasil tem potencial para afastar os jovens “do que não presta”.

– Temos que garimpar […] E onde começa isso? Na escola […] O esporte é uma maneira de você aparecer e obviamente o afastar do que não presta – explicou.

Leia também1 Presidência do Senado 2021: Conheça os quatro candidatos
2 Bolsonaro ironiza ida de Huck ao exterior e o chama de "narigão"
3 2022: Revista Veja divulga nova pesquisa e Bolsonaro lidera
4 Assessor de Mourão que discutiu impeachment é exonerado
5 Bolsonaro dispara: "Se quiser escolher ministro, se candidate"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.