Leia também:
X É fake que casas são pintadas de verde e amarelo, como disse Lula

Bolsonaro chama decisão do TSE de “estapafúrdia” e promete live

Presidente foi proibido de gravar lives com teor eleitoral nas dependências do governo

Thamirys Andrade - 25/09/2022 15h04 | atualizado em 26/09/2022 14h15

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro teceu críticas à decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de proibi-lo de fazer lives com teor eleitoral nos palácios da Alvorada e do Planalto. O chefe do Executivo descreveu a determinação como “estapafúrdia” e garantiu que fará uma transmissão ainda neste domingo (25).

– É uma decisão estapafúrdia. Invasão de propriedade privada. Enquanto eu for presidente, [o Alvorada] é a minha casa – declarou ele.

Na ocasião, o chefe do Executivo havia acabado de encerrar um passeio de moto por Brasília e parado diante do Palácio do Itamaraty. Lá, Bolsonaro conversou com jornalistas e expressou seu descontentamento com a decisão.

Ao ser questionado se ele iria recorrer, o líder do Planalto respondeu: “Pergunta para a AGU [Advocacia-Geral da União]”.

ENTENDA
A campanha do candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, acionou o TSE contra as lives do presidente Jair Bolsonaro (PL) realizadas nas dependências do governo. Eles pediram que a Corte proíba o candidato de fazer transmissões com teor eleitoral utilizando o aparato público e os intérpretes de libras pagos com recursos públicos.

A Corte atendeu ao pedido do partido. Segundo o corregedor-geral do tribunal, ministro Benedito Gonçalves, as transmissões ferem a isonomia entre os presidenciáveis.

– Os indícios até aqui reunidos indicam que, no caso, tanto o imóvel destinado à residência oficial do presidente da República quanto os serviços de tradução para libras custeados com recursos públicos foram destinados à produção de material de campanha. Trata-se, ademais, de recursos inacessíveis a qualquer dos demais competidores – assinalou o magistrado.

Leia também1 Ciro reforça ataques a Lula e até cochicha com Bolsonaro
2 Em debate, Bolsonaro cita caso do petista que matou ex-mulher
3 Pesquisa mostra empate técnico entre Bolsonaro e Lula
4 Em debate, Bolsonaro chama Thronicke de “estelionatária”
5 "Providência divina", diz padre Kelmon sobre candidatura

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.