Leia também:
X Governador de SC enfrentará processo de impeachment

Bolsonaro celebra Fundeb: ‘PT ficou 14 anos no poder e nada’

Em conversa com apoiadores, presidente lembrou que a esquerda colocou o Brasil em último lugar no Pisa

Henrique Gimenes - 22/07/2020 18h22 | atualizado em 22/07/2020 18h54

Presidente Jair Bolsonaro conversou com apoiadores Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro falou sobre a PEC do Fundeb, que prevê mais que o dobro de gastos da União na educação básica. Ele disse que a aprovação da proposta na Câmara dos Deputados foi uma vitória do governo e lembrou que o “PT ficou 14 anos no poder e não fez nada”.

As declarações foram dadas pelo presidente ao conversar com apoiadores no Palácio da Alvorada. Bolsonaro saiu para acompanhar a cerimônia de arriação da bandeira nacional quando parou para cumprimentar os presentes.

– Fundeb. Uma negociação que levou anos. Queriam 40%. Eu queria dar 200%, mas não tem dinheiro. Então foi negociado e passou para 23% em comum acordo. E a Câmara e o Executivo mostraram responsabilidade na aprovação do Fundeb – explicou.

Para Bolsonaro, as ações do PT na área de educação colocaram o Brasil em último lugar no Pisa, o Programa Internacional de Avaliação de Alunos.

– O PT ficou 14 anos no poder e não fez nada. Ou melhor, via método Paulo Freire, nos colocou em último lugar no Pisa. E o governo conseguiu ontem mais uma vitória e aprovamos o Fundeb. O Senado deve seguir o mesmo caminho – ressaltou.

O presidente também rebateu declarações de opositores sobre o fundo e disse que a “esquerda não engole mais uma derrota”.

– Então está aumentando a participação do estado, coisa que o PT podia ter feito lá atrás, mas não fez (…) A esquerda não engole mais uma derrota. Não fizeram nada. Quero dizer, além de fazer besteira com o dinheiro público, não fizeram nada. Estamos fazendo e eles reclamam o tempo todo – destacou.

Leia também1 Anitta é detonada ao dizer que Bolsonaro não sabe governar
2 Novo exame em Bolsonaro testa positivo para Covid-19
3 Empresário é ameaçado após filho exaltar Bolsonaro
4 Aprovação de Bolsonaro sobe pela 4ª vez seguida, diz estudo
5 Bolsonaro dá apoio à nota da AMB que defende cloroquina

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.