Bolsonaro: ‘Brasil estuda plano para brasileiros na China’

Presidente afirmou que seria necessário deixar as pessoas de quarentena

Henrique Gimenes - 31/01/2020 19h37

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Agência Brasil/Antonio Cruz

Nesta sexta-feira (31), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governo estuda maneiras de buscar brasileiros que vivem na China e pretendem retornar ao Brasil por causa do coronavírus. A declaração foi dada a jornalistas após participar de uma reunião com ministros para tratar da doença.

Participaram do encontro os ministros da Saúde, Henrique Mandetta; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Eles discutiram estratégias de combate ao coronavírus e a situação de brasileiros confinados na China.

Bolsonaro disse que é preciso resolver uma série de questões antes de poder realizar uma operação do tipo.

– Custa caro um voo desses. Na linha, se for fretar um voo, acima de US$ 500 mil o custo. Pode ser pequeno para o tamanho do orçamento brasileiro, mas precisa de aprovação do Congresso – destacou.

O presidente também afirmou que seria necessário colocar as pessoas trazidas ao Brasil em um local de quarentena.

– Ao trazer brasileiros pra cá, é nossa ideia colocar em um local para quarentena, mas qualquer ação judicial tira de lá. (…) Se lá temos algumas dezenas de vidas, aqui temos 210 milhões de brasileiros. Então, é uma coisa que tem que ser pensada, conversada antecipadamente com o chefe do Poder Judiciário, conversado com o Parlamento também – ressaltou.

A ideia do governo é que as pessoas fiquem em um local afastado dos grandes centros populacionais para não gerar pânico à população.

– Para 30 [brasileiros], nós temos possibilidade até de a Força Aérea cumprir essa missão. Agora, todo mundo diz que não está contaminado. [Mas] Tem que fazer exame prévio, quem tiver qualquer possibilidade de apresentar sintoma não embarcaria [para o Brasil]. Ao chegar aqui, pela ausência da lei de quarentena, a gente tem que discutir – destacou.

Mais cedo, o Ministério da Saúde disponibilizou os números de casos suspeitos de coronavírus no Brasil: São 2 no Rio Grande do Sul, 1 no Ceará, 1 no Paraná, 1 em Santa Catarina e 7 em São Paulo.

LEIA TAMBÉM+ Esposa de Eduardo Bolsonaro mostra apartamento do casal
+ Heleno acusa mídia de tentar criar fissuras no Governo
+ Onyx Lorenzoni reforça que sua missão "é servir o Brasil"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo