Leia também:
X Datena avalia aliança com o PDT de Ciro Gomes e o MDB de Tebet

Bolsonaro: Barroso “apavorou” o Congresso contra voto auditável

Presidente afirmou que a postura do ministro do STF deve ser a responsável pela rejeição ao projeto no Parlamento

Paulo Moura - 09/08/2021 10h51 | atualizado em 09/08/2021 11h05

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta segunda-feira (9), que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, “apavorou” parlamentares para que eles se posicionem contra o voto impresso auditável. A questão será discutida esta semana em plenário, após decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

– Se não tiver uma negociação antes, um acordo, vai ser derrotada a proposta, porque o ministro Barroso apavorou alguns parlamentares, e tem parlamentar que deve alguma coisa na Justiça, deve no Supremo, né? – apontou.

O presidente detalhou a questão dizendo que Barroso esteve “dentro do parlamento” para se reunir com lideranças que pudessem pressionar contra a aprovação do voto impresso auditável. As declarações foram dadas pelo chefe do Executivo em entrevista à rádio Brado, da Bahia.

– Então, o Barroso apavorou. Ele foi para dentro do parlamento fazer reuniões com lideranças, praticamente exigindo que o Congresso não aprovasse o voto impresso – declarou.

Leia também1 Datena avalia aliança com o PDT de Ciro Gomes e o MDB de Tebet
2 Lira confirma que sessão sobre Flordelis será nesta semana
3 Criadores do sucesso Quarto de Guerra lançam e-book para pais
4 Lula é orientado a ter evangélico ou empresário como vice
5 Itália intercepta carta enviada ao papa contendo munição

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.