Leia também:
X Moraes prorroga inquérito sobre interferência de Bolsonaro na PF

Bolsonaro: ‘Auxílio absorvente’ acarretaria impeachment

Presidente afirmou que, caso aprovasse o projeto, cometeria crime de responsabilidade

Thamirys Andrade - 11/10/2021 17h07 | atualizado em 11/10/2021 17h30

“Eu sou escravo das leis”, assinalou o chefe do Executivo Foto: PR/Alan Santos

Em conversa com apoiadores nesta segunda-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro comentou o veto ao chamado “auxílio absorvente” e disse que, caso tivesse aprovado o projeto, poderia responder a um impeachment por crime de responsabilidade fiscal.

– Eu sou escravo das leis. Eu não posso sancionar uma coisa se não tiver fonte de recursos. Incorreria em crime de responsabilidade. Estaria respondendo a um impeachment agora – declarou o chefe do Executivo.

O presidente propôs ainda que vereadores apresentem um projeto semelhante aos prefeitos de sua cidade, para verificar se eles não tomariam a mesma atitude que ele.

– Tem algum vereador aqui? Apresenta projeto para o prefeito do auxílio absorvente aqui, sem apresentar fonte de custeio.

Por fim, o chefe do Planalto ironizou a deputada federal Marília Arraes (PT), responsável pelo projeto, dizendo que a parlamentar também deveria propor aumentar o salário mínimo em 10 vezes.

– Essa deputada federal poderia pautar um projeto para passar o [salário] mínimo para R$ 10 mil por mês. Você aprovaria também? Acha bacana? – questionou em interação com apoiador.

Leia também1 CPI deve pedir ajuda da OAB para denunciar Bolsonaro
2 Neto parabeniza o Santos por 'barrar' Bolsonaro em partida
3 Eleições de 2022 geram atritos entre Boulos e PT em São Paulo
4 Espera por sabatina de André Mendonça completa 90 dias
5 Queiroga diz estar 'tranquilo' e "à disposição" da CPI da Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.