Leia também:
X Coppolla: ‘Bolsonaro sobe usando como escada os críticos injustos’

Punição maior a quem maltratar cães e gatos será sancionada

Presidente Jair Bolsonaro irá sancionar, nesta terça-feira, projeto de lei que amplia a pena de quem cometer esses crimes

Pleno.News - 28/09/2020 16h35 | atualizado em 28/09/2020 16h45

Bolsonaro aprova punição maior a quem maltratar cães e gatos Foto: Reprodução

A punição para quem maltratar cães e gatos ficará mais severa. Nesta terça-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro irá sancionar o projeto de lei que aumenta a pena para quem cometer maus-tratos contra os animais.

O Projeto de Lei 1095/19 é de autoria do deputado Fred Costa (Patriota-MG) e foi aprovado pelo Senado no dia 9 deste mês. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, chegou a defender que o projeto fosse sancionado.

O texto faz alterações em uma lei que desde 1998 tipifica como crime contra a fauna a prática de ato de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação de animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. De acordo com a lei atual, a pena para quem cometer esses crimes é de três meses a um ano de detenção e ainda o pagamento de multa.

Com a sanção da nova lei, a pena para quem cometer maus-tratos contra cães e gatos poderá chegar a até cinco anos de prisão. Além disso, o agressor ficará impedido de de ser tutor de animais. Já os crimes cometidos contra outros animais continuarão sendo punidos pela lei anterior.

Leia também1 Coppolla: 'Bolsonaro sobe usando como escada os críticos injustos'
2 Bolsonaro anuncia Renda Cidadã no lugar do Bolsa Família
3 Bolsonaro volta a alertar para cobiça estrangeira na Amazônia
4 Bolsonaro: "Seja você a semente da alegria no dia de hoje"
5 Michelle Bolsonaro presta queixa contra a banda Detonautas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.