Leia também:
X 3ª via se diz contra reeleição. Para Ciro, dispositivo é ‘tragédia’

Bolsonaro apresentará relatório sobre o BNDES nesta 5ª feira

Presidente afirmou que pediu análises sobre os últimos 20 anos a diversas estatais e ministérios

Paulo Moura - 27/01/2022 13h34 | atualizado em 27/01/2022 14h41

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que vai apresentar nesta quinta-feira (27), durante sua tradicional live semanal, relatórios pedidos ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre os últimos 20 anos. Ao falar com apoiadores, o chefe do Executivo disse ter pedido relatório das últimas duas décadas a todos os bancos oficiais, estatais e ministérios.

– Hoje vou falar um pouquinho do BNDES. Eu pedi o relatório de todos os bancos oficiais, estatais, ministérios… O que que foi o Brasil de 2000 para cá. São números… Você cai pra trás [sobre] o que fizeram com a Petrobras – declarou.

Durante a conversa, o mandatário também ressaltou que os aumentos recentes nos preços dos combustíveis são por causa do que ele chamou de “roubalheira” na Petrobras. Segundo o líder, apenas em 2021 o governo federal teria pago R$ 100 bilhões em dívidas da empresa.

– E daí [vem], como consequência, [o aumento de preço], [que] é [devido] uma crise mundial do combustível, mas, em parte, [também] da roubalheira. No ano passado, pagamos R$ 100 bilhões de dívida da Petrobras. Tudo roubalheira. […] E não é só a Petrobras não, é Caixa Econômica, Banco do Brasil, BNDES – completou.

Leia também1 Bolsonaro anuncia ida à Rússia e diz que Putin é “conservador”
2 Asaph Borba lamenta morte de Ferber: 'Deixa um legado'
3 Loja de roupas proíbe entrada de homens após casos de assédio
4 Eleições: TSE irá coibir disparos em massa no WhatsApp
5 TSE define tempo que cada sigla terá para propaganda partidária

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.