Leia também:
X Senado marca sabatina de Aras para o dia 24 deste mês

Bolsonaro: ‘Não haverá ruptura, mas nos provocam o tempo todo’

Presidente também afirmou que "ninguém precisa se preocupar com o movimento de 7 de setembro"

Henrique Gimenes - 19/08/2021 14h28 | atualizado em 19/08/2021 15h45

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Agência Brasil/Antonio Cruz

Nesta quinta-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não irá fazer uma “ruptura” institucional, mas alertou que o “provocam o tempo todo”. A declaração foi dada durante a participação dele em um evento em Cuiabá, no Mato Grosso.

Bolsonaro falou sobre decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF) determinando a prisão de apoiadores do governo e ainda sobre uma medida do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que desmonetizou canais que criticavam o sistema eleitoral brasileiro.

Ao abordar o assunto, o presidente mostrou preocupação com uma perseguição a candidatos de oposição aos atuais governadores.

– Essas confusões que existem por aí não são proporcionadas por mim. Da minha parte, não haverá ruptura. Sei das consequências internas e externas de uma ruptura. Mas provocam-nos o tempo todo. Não é justo prender quem quer que seja sem o devido processo legal. Não é justo o TSE agora desmonetizar páginas que falam que o voto impresso é necessário, ou que desconfiam do voto eletrônico. Daqui a pouco, os TREs vão fazer a mesma coisa. O TRE que é mais ligado com governador, vai perseguir aqueles que apoiam ou que têm uma visão diferente da candidatura daquele governador – destacou.

Bolsonaro também falou sobre um movimento marcado para o dia 7 de setembro e garantiu que ninguém precisa se preocupar, já que a população é ordeira, pacífica e patriota.

– Perguntam onde estarei no dia 7. Estarei, como sempre, onde o povo estiver […] Ninguém precisa se preocupar com o movimento de 7 de setembro. Nosso povo é ordeiro, é pacífico, é patriota e, em sua maioria, acredita em Deus e, [em] sua maioria esmagadora, tem família. O que vão querer dia 7? Vão querer liberdade – revelou.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.