Leia também:
X Sergio Moro faz aniversário e é parabenizado por internautas

Médicos pedem que Bolsonaro adie salto de paraquedas

Presidente concedeu entrevista para o Jornal O Globo em Brasília

Camille Dornelles - 01/08/2019 10h25 | atualizado em 01/08/2019 10h26

Jair Bolsonaro recebe acompanhamento médico desde sua cirurgia pós-facada Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em entrevista publicada nesta quinta-feira (1º), que os médicos o desestimularam a realizar um salto de paraquedas. O militar já havia sinalizado o desejo em junho de voltar a pular, como fazia na época do Exército.

Ao jornal O Globo, Bolsonaro confirmou que planejava pular e já havia um esquema traçado: aconteceria em uma represa em Goiânia, Goiás, com o pouso sobre a água. A equipe médica do presidente, porém, proibiu o feito.

O cirurgião-geral Antônio de Macedo pediu para Bolsonaro esperar, porque o impacto pode prejudicar a recuperação pós-cirurgia.

— Não desisti. O Dr. Macedo (cirurgião) pediu para esperar mais um pouco. O pouso seria na água, mas, mesmo assim, ele acha que ainda tem risco – disse Bolsonaro.

Leia também1 Governo troca integrantes de comissão sobre desaparecidos
2 FHC critica Bolsonaro por "sua incontinência verbal"
3 Juiz manda Bolsonaro explicar Eduardo em embaixada

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.