Leia também:
X Onyx: Guedes está ‘perturbado’ e não tem ‘falado com o cérebro’

Bolsonaro aciona STF contra quebra de sigilo pedido pela CPI

Segundo o chefe do Executivo, a decisão da comissão é "ilegal e inconstitucional"

Pleno.News - 27/10/2021 18h54 | atualizado em 28/10/2021 12h26

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o pedido de quebra de sigilo telemático que foi aprovada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

O mandado de segurança, impetrado pela Advocacia-Geral da União (AGU), em nome de Bolsonaro, pede que a decisão da CPI seja suspensa imediatamente. As informações são do portal UOL.

O pedido da CPI quer que Google, Facebook e Twitter forneçam informações sobre as redes sociais do chefe do Executivo.

Para Bolsonaro, a decisão da comissão é “ilegal e inconstitucional”.

– A quebra de sigilo de dados telemáticos do impetrante sequer poderia ter figurado como testemunha, tampouco como investigado – aponta um trecho do texto entregue ao STF.

Ainda de acordo com o presidente, a CPI usa a estratégia chamada de “fishing expedition”, com “investigações genéricas para buscar elementos incriminatórios aleatoriamente, sem qualquer embasamento prévio”.

Leia também1 Salles: 'Desrespeito de Marinho com o presidente foi absurdo'
2 Constantino comenta postura de Marinho: "Há limite pra tudo"
3 Bolsonaro ironiza Moro presidente: “Como vai negociar com o parlamento?"
4 À JP, Bolsonaro fala sobre preço da gasolina: "Não sou malvadão"
5 Guaidó agradece a Bolsonaro por operação que acolhe migrantes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.