Leia também:
X Amoêdo volta atrás e renuncia à candidatura presidencial

Bolsonaro a Doria: “Vai ameaçar o presidente? Não tem moral”

Presidente da República voltou a fazer duras críticas contra o governador tucano em razão das restrições em SP

Paulo Moura - 11/06/2021 08h41 | atualizado em 11/06/2021 09h10

Presidente Jair Bolsonaro e governador de SP, João Doria Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro fez um discurso com duras críticas ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante sua tradicional live realizada na noite de quinta-feira (10). Na transmissão, o chefe do Executivo disparou contra ameaças feitas pelo tucano de multá-lo caso ele deixasse de usar máscara no estado de São Paulo.

– Eu fui ameaçado de ser multado em São Paulo por não usar máscara. Ô, hipócrita [refere-se a Doria]. Você não respeita o seu povo, rapaz, não respeita ninguém. Vai ameaçar o presidente da República? Tem moral pra mais nada, completamente descredibilizado no seu estado. Tomou medidas ditatoriais em seu estado, fechando de forma indiscriminada – declarou.

Como exemplo de lugares economicamente afetados pelas medidas restritivas de Doria, Bolsonaro citou o caso da cidade de Aparecida do Norte, conhecida por ser um tradicional destino de romeiros ao longo do ano, que foi bastante impactada pelo fechamento de igrejas para missas e cultos.

– Você acabou, praticamente destruiu, a cidade de Aparecida, que vivia de romeiros, com essa neurose, essa obsessão de achar que vai salvar a vida de todo mundo. Isso é um crime que você cometeu em seu estado, um crime – afirmou o presidente.

Bolsonaro ainda aproveitou para alfinetar Doria pelo fato do governador de São Paulo ter sido fotografado no último domingo (6), sem máscara, na piscina do Hotel Fairmont, um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro, mesmo em meio a um momento de restrições no estado administrado por ele.

– Você tem que dar exemplo, pô [ele não diz o nome do governador]. Esse cara que vai na televisão, com a máscara preta, falando da vacina dele. Pelo amor de Deus. Estava de sunguinha apertadinha ali – completou.

Leia também1 Bolsonaro ironiza Doria em hotel no RJ: "Sunguinha apertadinha"
2 Bolsonaro: 'Cresceremos 4% este ano; sem pandemia, seria 8%'
3 Bolsonaro rebate Barroso: "Se Congresso aprovar voto impresso, teremos voto impresso"
4 Bolsonaro: Saúde irá desobrigar uso de máscara por vacinados
5 CPI da Pandemia decide pedir condução coercitiva de Wizard

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.