Leia também:
X Bolsonaro rebate polêmica com absorventes: ‘Obrigado a vetar’

Bivar dá ultimato a apoiadores de Bolsonaro no União Brasil

Novo partido é resultado da fusão entre DEM e PSL

Gabriela Doria - 08/10/2021 14h56 | atualizado em 08/10/2021 16h01

Luciano Bivar é o presidente do recém-formado União Brasil Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados

O partido União Brasil, resultado da fusão do DEM e do PSL, decidiu que irá lançar um candidato próprio nas eleições presidenciais do ano que vem.

Ainda segundo o presidente da nova sigla, Luciano Bivar, a legenda não irá abrigar ninguém que apoie a reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

– Não faz sentido você estar numa sigla onde tem um candidato a presidente e o parlamentar apoiar um candidato adversário. É até ilegal ele estar com um santinho com outro candidato – afirmou Bivar à Folha de S. Paulo, nesta sexta-feira (8).

Apesar da determinação, o União Brasil herdou alguns apoiadores de Bolsonaro que estavam no PSL, incluindo deputados bastante próximo ao presidente, como Eduardo Bolsonaro e Carla Zambelli.

Sobre os filiados bolsonaristas, Bivar deu um ultimato.

– Eu sou partidarista. Qualquer um que esteja confortável ou desconfortável, que tome os caminhos que melhor lhe aprouver – disse Bivar, desta vez ao jornal O Globo.

De acordo com estimativas do veterano, pelo menos metade da bancada deve deixar a sigla por apoio ao presidente.

– Porque hoje organicamente metade está de cada lado. […] Mas todos estão debaixo de um mesmo guarda-chuva. E nós pretendemos estar debaixo do guarda-chuva democrático – declarou Bivar.

Leia também1 Novo Código Eleitoral permite propaganda política em igrejas
2 PTB decide enviar convite formal a Jair Bolsonaro para filiação
3 Notícia-crime do PSOL contra Guedes é arquivada pela PGR
4 Advogados pedem afastamento de Felipe Santa Cruz da OAB
5 PGR pede ao STF condenação de Silveira e cita a extinta LSN

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.