CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X “Vazio absurdo”, diz repórter da ESPN após morte do filho

Deputado pede filme do Porta com presidente do STF gay

Bibo Nunes questionou se atitude do canal contra o Supremo seria tratada da mesma forma

Paulo Moura - 11/01/2020 13h41 | atualizado em 11/01/2020 14h46

Deputado federal Bibo Nunes Foto: Reprodução

O deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) criticou duramente, através de uma publicação nas redes sociais, a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, de liberar a exibição do “especial de Natal” do Porta dos Fundos.

Na publicação feita pelo parlamentar, ele questionou se uma atitude parecida do Porta dos Fundos, porém contra membros da Suprema Corte, seria tratada da mesma forma.

– Eu quero saber se for produzido um filme pela produtora Porta dos Fundos, mostrando o presidente do STF como gay e os outros ministros como viciados em cocaína, se vão aceitar como cultura? E se vão querer impedir que a Netflix exiba o filme! Que façam esse filme! E aí? – escreveu.

Toffoli atendeu a um pedido da Netflix e derrubou, na última quinta-feira (9), a decisão do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que havia determinado que o conteúdo fosse retirado do ar.

O filme causou grande polêmica desde que foi lançado, no dia 3 de dezembro do ano passado, por retratar Jesus como homossexual e Deus como parte de um triângulo amoroso com Maria e José, além de trazer diversas ofensas contra a fé cristã.

Leia também1 Porta dos Fundos: Associação recorrerá da decisão de Toffoli
2 "Desrespeito não é tolerável", diz promotora sobre Porta
3 Youtuber iraniano critica filme do Porta dos Fundos


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo