Leia também:
X PSB deixa Molon, candidato de Anitta, sem fundo eleitoral

Barroso prorroga inquérito sobre Bolsonaro por mais 60 dias

Apuração está relacionada à conduta do presidente durante a pandemia de Covid-19

Paulo Moura - 04/08/2022 08h57 | atualizado em 04/08/2022 11h19

Ministro Luís Roberto Barroso, do STF Foto: EFE/Joédson Alves

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu prorrogar por mais 60 dias um inquérito que apura a conduta do presidente Jair Bolsonaro (PL) e aliados do governo durante a pandemia de Covid-19. A apuração foi aberta a partir do relatório final da CPI da Pandemia.

A decisão atende a um pedido da Polícia Federal (PF) e teve aval da Procuradoria-Geral da República (PGR). Além do presidente, também são alvos do inquérito o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e os deputados Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Ricardo Barros (PP-PR), Carla Zambelli (PL-SP), Osmar Terra (MDB-RS), Bia Kicis (PL-DF), Carlos Jordy (PL-RJ) e Onyx Lorenzoni (PL-RS).

Com a ampliação do prazo, a Polícia Federal deve analisar as provas que foram elencadas pela CPI. No entanto, a PGR tem indicado problemas no material reunido pela comissão do Senado para o avanço da apuração. No início do mês, a PF acionou o Supremo para ter acesso aos dados reunidos pelos senadores.

Em nota, o Senado informou que os documentos do acervo da CPI são objeto de “diversos pedidos e decisões judiciais conflitantes”, algumas, conforme o Senado, ordenando seu compartilhamento e outras, a destruição. Atualmente, das dez apurações abertas a partir da CPI, a PGR já pediu o arquivamento de oito casos que envolviam Bolsonaro, aliados e autoridades.

Leia também1 PSB deixa Molon, candidato de Anitta, sem fundo eleitoral
2 China começa a fazer exercícios militares no entorno de Taiwan
3 EUA: Biden assina novo decreto para facilitar acesso ao aborto
4 Pablo Marçal diz que irá manter sua candidatura à Presidência
5 Câmara do Rio vai custear carros blindados para vereadores

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.