Leia também:
X Pandemia: Óbitos por Covid-19 apresentam queda no Brasil

Barroso determina devolução do passaporte de Carlos Wizard

Documento estava retido a pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid

Pleno.News - 02/07/2021 16h39 | atualizado em 02/07/2021 18h06

Empresário Carlos Wizard Martins Foto: Divulgação

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a devolução do passaporte do empresário Carlos Wizard. O documento estava retido a pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid depois que ele faltou ao primeiro depoimento na comissão parlamentar.

Apontado como integrante do suposto “gabinete paralelo” de aconselhamento do presidente Jair Bolsonaro na pandemia e já inserido na lista de investigados da comissão de inquérito no Senado Federal, o empresário se apresentou aos parlamentares na quarta-feira (30), quando desembarcou dos Estados Unidos.

Após o interrogatório, Barroso autorizou a liberação do passaporte.

“Defiro a liminar para determinar a devolução do passaporte do paciente, incumbindo ao Juízo da 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Campinas a adoção das providências necessárias. Comunique-se, com urgência, à autoridade impetrada e ao Juízo da 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Campinas”, escreveu o ministro.

Na semana passada, ao suspender a condução coercitiva do empresário, o ministro avisou que decidiria “oportunamente” sobre a devolução do documento.

Em seu depoimento, Wizard fez uso do habeas corpus que lhe garantiu direito ao silêncio e recusou-se a responder a maioria das perguntas feitas pelos parlamentares.

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI, sinalizou que vai recorrer do salvo-conduto.

*AE

Leia também1 Decisão da PGR sobre Bolsonaro fortalece CPI, diz Randolfe
2 Jair Bolsonaro: 'Renan Calheiros não apita mais no Brasil'
3 Tarcísio confirma que avalia MP para liberar regime de ferrovias
4 Guedes classifica a CPI da Covid como um "tribunal de guerra"
5 Wizard sobre a CPI: 'O Senhor lutará por vós, e vós vos calareis'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.