Leia também:
X Gilmar ‘desdenha’ de Bia Kicis e Hélio Lopes ao falar de fraude

Aziz diz que Pacheco prorrogará CPI da Covid esta semana

Caso a prorrogação seja confirmada, o colegiado deve ter o prazo ampliado até outubro deste ano

Paulo Moura - 12/07/2021 11h22 | atualizado em 12/07/2021 12h21

Senador Omar Aziz (PSD-AM) é o presidente da CPI da Covid Foto: Divulgação/Senado Federal

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), anunciou que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), vai oficializar a prorrogação da comissão até outubro nesta terça-feira (13), com a leitura do requerimento na Casa. A confirmação foi feita à CNN Brasil no domingo (11).

Inicialmente, os trabalhos da CPI seriam finalizados no dia 7 de agosto. No entanto, o regimento do Senado permite que ela seja prorrogada por mais 90 dias, desde que seja apresentado um requerimento com a assinatura de pelo menos um terço dos senadores.

Aziz disse também que Rodrigo Pacheco mantém sua posição inicial de decretar o recesso parlamentar, previsto para começar no dia 17 de julho, caso a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) seja votada. A expectativa é de que a proposta seja analisada nesta quinta-feira (15).

A prorrogação do prazo da CPI já havia sido judicializada pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para obrigar o presidente Rodrigo Pacheco (DEM-MG) a prorrogar a CPI. A solicitação dos senadores foi encaminhada ao ministro Luís Roberto Barroso.

Leia também1 Bolsonaro diz que Renan, Omar e Randolfe são os "três patetas"
2 "Eleição vai haver, garanto", diz Mourão após falas de Bolsonaro
3 Inscrições para prova do Enem terminam nesta quarta-feira
4 Covaxin: PF abre inquérito para investigar presidente Bolsonaro
5 Papa seguirá internado por mais alguns dias após cirurgia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.