Leia também:
X União pode expulsar Alcolumbre por negociações com o PT

Avião com Bolsonaro decola de Brasília com destino a Orlando

Líder confirmou à CNN Brasil que estava em voo e que volta "em breve"

Paulo Moura - 30/12/2022 15h09 | atualizado em 30/12/2022 16h07

Aeronave da FAB decolou de Brasília Foto: Reprodução/CNN Brasil

Um Airbus A319 da Força Aérea Brasileira (FAB) decolou às 14h desta sexta-feira (30) do Aeroporto de Brasília, no Distrito Federal, com destino a Orlando, nos Estados Unidos, levando o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). A confirmação de que o chefe do Executivo estava na aeronave foi feita pelo próprio líder à CNN Brasil.

– Estou em voo, volto em breve – disse o chefe do Executivo à emissora.

Em publicação no Diário Oficial da União (DOU) nesta sexta, a Secretaria-Geral da Presidência oficializou permissão para que assessores do líder pudessem se afastar do país durante o próximo mês para “realizar o assessoramento, a segurança e o apoio pessoal do futuro ex-presidente”.

O despacho aponta que o atual chefe de Governo deve ficar ausente do Brasil até dia 30 de janeiro – o que significa que, de fato, ele não estará presente na cerimônia de posse a ser realizada no próximo domingo (1°) para transmitir a faixa presidencial a Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

De acordo com informações do site FlightAware, que monitora em tempo real as rotas de aviões que circulam ao redor do mundo, o Airbus A319 da FAB deve chegar aos Estados Unidos por volta de 20h10 pelo horário local de Orlando (22h10 pelo horário de Brasília).

Leia também1 "O mundo não vai acabar em 1° de janeiro", diz Jair Bolsonaro
2 Papa emérito Bento XVI tem condição de saúde estável
3 Haddad anuncia presidentes da Caixa e Banco do Brasil
4 PT vai ao STF para impedir possível viagem de Bolsonaro
5 DF: Postos devem limitar venda de gasolina durante a posse

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.