Leia também:
X Bolsonaro diz estar gripado, mas garante que cumprirá agenda

Auxílio Brasil começa a ser pago em novembro. Veja o calendário

Novo programa do governo federal substitui o Bolsa Família

Henrique Gimenes - 04/11/2021 14h59 | atualizado em 05/11/2021 14h17

Auxílio Brasil começa a ser pago em novembro Foto: USP Imagens/Marcos Santos

Os pagamentos do novo benefício social do governo federal, o Auxílio Brasil, começarão a ser feitos agora, em novembro. Apesar de substituir o Bolsa Família, o calendário de pagamento do Auxílio Brasil é o mesmo do antigo programa. Os primeiros contemplados serão aqueles com o Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 1, que terão direito à primeira parcela no dia 17 de novembro.

A partir daí, o calendário segue com pagamentos diários, dependendo do número final do NIS. O último pagamento ocorrerá no dia 30 de novembro.

Novembro de 2021:

NIS final 1: 17 de novembro de 2021;
NIS final 2: 18 de novembro de 2021;
NIS final 3: 19 de novembro de 2021;
NIS final 4: 22 de novembro de 2021;
NIS final 5: 23 de novembro de 2021;
NIS final 6: 24 de novembro de 2021;
NIS final 7: 25 de novembro de 2021;
NIS final 8: 26 de novembro de 2021;
NIS final 9: 29 de novembro de 2021;
NIS final 0: 30 de novembro de 2021.

Já em dezembro, os pagamentos do benefício serão feitos a partir do dia 10, seguindo o mesmo modelo do calendário do Auxílio Brasil de novembro.

Dezembro de 2021

NIS final 1: 10 de dezembro de 2021;
NIS final 2: 13 de dezembro de 2021;
NIS final 3: 14 de dezembro de 2021;
NIS final 4: 15 de dezembro de 2021;
NIS final 5: 16 de dezembro de 2021;
NIS final 6: 17 de dezembro de 2021;
NIS final 7: 20 de dezembro de 2021;
NIS final 8: 21 de dezembro de 2021;
NIS final 9: 22 de dezembro de 2021;
NIS final 0: 23 de dezembro de 2021.

O governo federal informou que o pagamento será feito de forma automática para aqueles que têm direito a receber o benefício. Além disso, o valor médio terá um aumento de 17,84% em relação ao antigo Bolsa Família, chegando a cerca de R$ 220,00.

A ideia do governo é conseguir elevar o valor para R$ 400 já em dezembro, mas isto depende da aprovação da PEC dos Precatórios. Com isso, o valor extra seria pago até dezembro de 2022.

Leia também1 Bolsonaro diz estar gripado, mas garante que cumprirá agenda
2 Após discussão com Bolsonaro, Marinho deixa a Jovem Pan
3 Bolsonaro diz que, por mudança na PF, Moro pediu vaga no STF
4 Confira a íntegra do depoimento do presidente Jair Bolsonaro à PF
5 Bolsonaro diz contar com ajuda do STF na PEC dos precatórios

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.