Leia também:
X Piloto comunicou 2 vezes procedimento de pouso pelo rádio

Auxílio: Bolsonaro oficializa lei que remaneja R$ 9,3 bilhões

Medida faz com que valor possa ser "transferido" do extinto Bolsa Família para o novo programa Auxílio Brasil

Paulo Moura - 12/11/2021 07h37 | atualizado em 12/11/2021 09h29

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, nesta quinta-feira (11), a lei que promove o remanejamento de R$ 9,3 bilhões do orçamento do Bolsa Família para o novo Auxílio Brasil. A medida foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União também na quinta.

Por votação simbólica, quando não há registro individual dos votos, o Congresso Nacional aprovou, na tarde de quinta, o Projeto de Lei do Congresso (PLN) nº 26/2021, que abre crédito especial do Orçamento de Seguridade Social em favor do Ministério da Cidadania. Com isso, o dinheiro poderá ser destinado ao pagamento do novo auxílio, que substituirá o Bolsa Família.

Essa foi a segunda lei aprovada pelo Congresso que permitiu o remanejamento de saldo do Bolsa Família para o Auxílio Brasil. De acordo com nota divulgada pelo governo, “com esta sanção, o Estado brasileiro reitera seus esforços para garantir a oferta regular de serviços e programas voltados à população em geral, principalmente àquela mais vulnerável”.

Por meio da Medida Provisória n° 1.061, publicada no dia 10 de agosto deste ano, o presidente Jair Bolsonaro revogou a lei n° 10.836/2004, que criou o Bolsa Família. A MP, a mesma que instituiu o Auxílio Brasil, determinou que o fim da validade do programa ocorreria 90 dias após a publicação da medida, portanto na última segunda-feira (8).

Leia também1 Piloto comunicou 2 vezes procedimento de pouso pelo rádio
2 Ausência de advogados de Moro e da PGR não anula depoimento
3 Famosos participam do culto de ação de graças por Marília
4 Ministro Guedes cita 'pressão enorme' por Auxílio Brasil maior
5 Simone responde seguidor e diz que não serve a dois senhores

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.