Leia também:
X 23/1021/10

Ator da Globo gera revolta ao caçoar da facada em Bolsonaro

Paulo Betti lamentou que o golpe no presidente foi "mais ou menos correto"

Rafael Ramos - 01/10/2020 12h16 | atualizado em 01/10/2020 14h59

Entrevistado por jornalistas do portal UOL, nesta quarta-feira (30), o ator Paulo Betti teceu duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Em uma de suas declarações, ele chegou a lamentar a facada dada em Bolsonaro por Adélio Bispo durante um comício em Minas Gerais.

– Temos que reconhecer que em algum momento falhamos muito. Se tivéssemos plantado alguma coisa sólida, não se desmancharia de uma forma tão fácil. Mas é cruel, porque tem os deuses também, tem o imponderável, tem a facada no peito no meio da multidão. Ninguém tinha previsto que ia aparecer um maluco e golpear a camisa amarela onde estava escrito ‘Brasil acima de tudo’, ali ia cravar uma faca de uma maneira “mais ou menos correta” mas não total. Desgraçado!

A fala de Betti soou mal perante os internautas que colocaram o nome do global entre os assuntos mais comentados do Twitter. Pela rede social, o deputado federal Daniel Silveira ironizou o chamado ódio do bem cometido pelo artista, a quem se referiu como canalha. O vereador Carlos Bolsonaro também se manifestou quanto às declarações de Paulo Betti.

– Quem mandou matar Bolsonaro? Qualquer um sabe que foi um ex-integrante do PSOL, então outros vão surgindo e mostrando todo seu “amor”, como Álvaro Dias e afins. Hoje surge mais um, cujo passado dispensa qualquer comentário a mais! Autoridades, os senhores estão por aí?

Leia também1 Eleição 2020: Veja o calendário dos debates de São Paulo
2 Veja quando serão os debates de candidatos a prefeito do RJ
3 Eleições 2020: Erro faz nove candidatos virarem bilionários
4 Justiça nega pedido de ateus para barrar Museu da Bíblia
5 Eduardo condena fala de Joe Biden: "Não aceitamos ameaças"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.