Leia também:
X PT anulará venda da Eletrobras se ganhar eleição, diz senador

“Associar o evangelho ao bolsonarismo foi obsceno”, diz ex-pastor presbiteriano

Teólogo Antônio Carlos Costa participou do programa Conversa com Bial

Monique Mello - 07/04/2022 18h10 | atualizado em 08/04/2022 09h56

Antônio Carlos conversou com Pedro Bial Foto: Reprodução/TV Globo

Antônio Carlos Costa, teólogo e fundador da ONG Rio de Paz, foi o convidado do programa Conversa com Bial da última segunda-feira (4). Antigo pastor titular da Igreja Presbiteriana da Barra, Antônio, como pede para ser chamado agora, em vez de pastor, anunciou em dezembro de 2021 a entrega do cargo que ocupou na instituição por muitos anos.

Durante a entrevista, Pedro Bial compartilhou trecho da última pregação de Antônio Carlos na igreja, na qual ele fala sobre o papel da igreja, que na visão dele, não é político.

– A Igreja foi chamada para eleger o presidente da República? A Igreja foi chamada para botar um ministro no STF? O chamado da Igreja é para mudar a orientação sexual das pessoas? – questionou na pregação.

Em seguida, já inflamado, ele dispara que a eleição de 2018 foi um crime contra o evangelho.

– O que houve nas eleições de 2018 foi um crime praticado contra o evangelho de Jesus Cristo e os que se calaram terão que prestar conta diante de Deus.

O teólogo já era conhecido por não ser um pastor “convencional”, e durante toda a campanha eleitoral de 2018, ele se se posicionou veementemente contra a eleição de Jair Bolsonaro.

Ao compartilhar um trecho do Conversa com o Bial nas redes sociais, o teólogo falou em bolsonarismo com tom de reprovação, afirmando que associá-lo ao evangelho é “obsceno”.

– Não retiro uma vírgula do que falei. Associar o evangelho ao bolsonarismo foi obsceno. As pedras clamarão se nos silenciarmos. Está em jogo a glória da mensagem de Cristo – escreveu.

Leia também1 Bolsonaro confirma presença na reunião das Assembleias de Deus
2 Pastor aliado de Lula entrega "tática" para ganhar evangélicos
3 Feliciano questiona se Alckmin também é a favor do aborto
4 Pastor: "Marxismo cultural visa erradicar a visão judaico-cristã"
5 Pastor Rodrigo Mocellin está sendo processado por homofobia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.