Leia também:
X Pazuello adia depoimento na CPI por suspeita de coronavírus

Assista! Ex-ministro Mandetta depõe na CPI da Pandemia

Ex-gestor da pasta de Saúde é o primeiro a prestar depoimento ao colegiado

Paulo Moura - 04/05/2021 11h35 | atualizado em 04/05/2021 13h24

Ex-ministro Mandetta é ouvido na CPI da Pandemia Foto: Divulgação/Senado Federal

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, começou a ser ouvido por volta das 11h05 desta terça-feira (4) na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, instalada na última semana. O ex-gestor da pasta é o primeiro a prestar depoimento ao colegiado. Na sessão, ele falará na condição de testemunha, quando há compromisso de dizer a verdade.

Mandetta deixou o governo em abril do ano passado, após atritos com o presidente Jair Bolsonaro. O depoimento de Mandetta estava marcado para começar às 10h. O atraso de pouco mais de uma hora ocorreu porque, na abertura da sessão, senadores da CPI reivindicaram aprovação de pedidos para chamar à comissão autoridades ligadas aos governos estaduais.

O presidente da CPI, senador Omaz Aziz (PSD-AM), e o vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmaram que o repasse de verbas aos estados será alvo da CPI. Aziz e Randolfe disseram que essa questão já está esclarecida e acusam os senadores que apoiam o governo federal de tumultuar os trabalhos da comissão.

Alguns temas são tidos como presenças certas no depoimento do ex-ministro. Além das medidas de isolamento e do uso da cloroquina, Mandetta deverá ser questionado sobre a falta de material de proteção hospitalar e de respiradores mecânicos no início da pandemia, além da recomendação para que pacientes com sintomas leves não buscassem atendimento médico.

Leia também1 Pazuello adia depoimento na CPI por suspeita de coronavírus
2 CPI da Pandemia ouve Mandetta e Nelson Teich nesta terça-feira
3 CPI: Aziz diz que há chance de convocar Guedes e governadores
4 CPI: Ministro da Justiça será convocado, diz Renan Calheiros
5 CPI da Covid pretende analisar vídeos de reuniões da Anvisa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.