Leia também:
X Malafaia: “Vamos orar! Acabamos de assistir à falência moral do STF”

Assessor de Bolsonaro rebate polêmica com gesto no Senado

Filipe Martins disse que a oposição está decadente e afirmou que estava "ajeitando o próprio terno"

Henrique Gimenes - 24/03/2021 21h50 | atualizado em 25/03/2021 09h14

Filipe Martins, assessor da Presidência Foto: Reprodução

Na noite desta quarta-feira (24), o assessor especial da Presidência, Filipe Martins, utilizou suas redes sociais para rebatar uma polêmica a respeito de um gesto que fez durante uma audiência no Senado. Ele rejeitou qualquer associação racista ao movimento e disse que estava ajeitando o terno.

A polêmica começou durante uma sessão remota no Senado. Filipe Martins acompanhava o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, quando fez o gesto. Na ocasião, o senador Randolfe Rodrigues ficou irritado e pediu a retirada do assessor da Casa.

– Eu não sei qual o sentido do gesto do senhor Filipe. Mas é inaceitável em uma sessão do Senado Federal, durante a fala do presidente do Senado, um senhor estar procedendo [com] gestos obscenos, ironizando o pronunciamento. Isso é inaceitável, é intolerável. Peço que conduza imediatamente este senhor para fora das dependências do Senado Federal – destacou o senador.

Gesto feito por Filipe Martins gerou irritação Foto: Reprodução

O movimento feito pelo assessor pode ter vários significados, mas algumas pessoas associam o gesto ao movimento de supremacistas brancos nos Estados Unidos.

Filipe Martins, no entanto, rebateu as acusações e acusou a oposição de querer “tumultuar”. Ele também publicou fotos de gestos semelhantes que não foram associados a racistas.

– A oposição ao governo atingiu um estado de decadência tão profundo que tenta tumultuar até em cima de assessor ajeitando o próprio terno. São os mesmos que veem gesto nazista em oração, que forjam suásticas e que chamam de antissemita o governo mais pró-Israel da história – explicou.

Assista ao momento do gesto:

Leia também1 Lira manda 'recado' a Bolsonaro e fala em "sinal amarelo"
2 Presidente Jair Bolsonaro tem encontro com militares
3 Regina Duarte diz que Bolsonaro 'sempre foi a favor da vacina'
4 Municípios reclamam por não irem a reunião com Bolsonaro
5 "Meta é aplicar um milhão de vacinas por dia", diz Queiroga

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.