Leia também:
X Substituto do Bolsa Família deve começar a partir de novembro

Aras vai intimar Braga Netto a explicar suposta ameaça

Arthur Lira, Ciro Nogueira e Marcos Pereira também devem ser ouvidos

Pierre Borges - 28/07/2021 12h53 | atualizado em 14/10/2021 16h41

Procurador-geral da República Augusto Aras Foto: STF/Nelson Jr

O procurador-geral da República, Augusto Aras, vai intimar o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, a dar explicações sobre as supostas ameaças feitas às eleições de 2022, caso o voto impresso auditável não seja aprovado pelo Congresso.

De acordo com matéria publicada na Folha de S.Paulo, o procurador quer ouvir Braga Netto e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, a quem a ameaça teria sido dirigida. O senador Ciro Nogueira, indicado para o ministério da Casa Civil, e o deputado Marcos Pereira também devem ser ouvidos.

ENTENDA
O jornal o Estado de S.Paulo divulgou que Braga Netto teria enviado um “interlocutor” político importante, no dia 8 de julho, para fazer ameaças a Arthur Lira. Este interlocutor teria dito que, caso não fosse aprovado o voto impresso auditável, não haveria eleições em 2022. Posteriormente, o colunista Vicente Nunes, do Correio Braziliense, revelou que o interlocutor seria o senador Ciro Nogueira.

O deputado Marcos Pereira também é considerado testemunha do caso, porque ele teria ouvido as ameaças do próprio Ciro Nogueira.

Após a publicação da matéria do Estadão, Lira e Braga Netto negaram que tenha ocorrido qualquer ameaça, e uma nota oficial foi publicada no ministério da Defesa acusando o jornal de propagar “desinformação” e de gerar “instabilidade entre os Poderes da República”.

Leia também1 Gilmar Mendes envia à PGR quatro ações contra Braga Netto
2 Jovem é morta durante sessão de cinema de Uma Noite de Crime 5
3 Substituto do Bolsa Família deve começar a partir de novembro
4 Mulher é presa no RJ, acusada de vender a filha por 200 reais
5 Estudo: 2ª dose da AstraZeneca não aumenta risco de trombose

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.