Leia também:
X Governo desbloqueia R$ 4,5 bilhões do Orçamento de 2021

Aras: Recondução à PGR não serve a pretensões de Bolsonaro

Procuradoria-Geral da República emitiu nota nesta quinta-feira

Ana Luiza Menezes - 22/07/2021 17h33 | atualizado em 22/07/2021 19h19

Procurador-geral da República, Augusto Aras Fotos: Isac Nobrega/PR

Nesta quinta-feira (22), o procurador-geral da República, Augusto Aras, rechaçou especulações de que sua recondução ao cargo tenha ligações com eventuais pretensões eleitorais do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Uma nota foi publicada no site do Ministério Público Federal. O texto rebateu “especulações manifestadas por órgãos de imprensa” que tentam vincular a recondução ao posto a “eventuais pretensões eleitorais do presidente da República em 2022”.

Segundo a nota, nos últimos anos, a atuação da PGR “se pautou sempre na defesa do sistema acusatório, no respeito às provas reunidas, e não na retórica própria do ambiente político”.

– A defesa da democracia, ao contrário do que sugere um dos textos, sempre foi e seguirá sendo a bússola para o procurador-geral da República – destacou.

Leia também1 Mourão dispara contra Estadão: Brasil não é República de banana
2 'Já tem espaço orçamentário para ampliação do Bolsa Família'
3 Guedes: Onyx e Ciro melhoram entendimento com Senado
4 Prioli ironiza: "Não disse qual Jair, pode ser qualquer um"
5 Bolsonaro: 'Não posso admitir' contagem secreta de votos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.