Leia também:
X Homem é preso por estuprar as filhas durante cinco anos

Ar-condicionado do STF pode ter deixado Dias Toffoli doente

Médicos do presidente do Supremo pediram uma "avaliação do sistema predial de ar-condicionado"

Henrique Gimenes - 11/08/2020 16h17 | atualizado em 11/08/2020 17h57

Presidente do STF, Dias Toffoli Foto: STF/Nelson Jr

Neste fim de semana, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, foi internado no Hospital DFSTar com um quadro de pneumonite alérgica. Para os médicos da unidade, a condição pode ter sido causada por uma exposição a fungos, ácaros ou bactérias causada no Supremo.

De acordo com o jornal O Globo, os profissionais de saúde recomendaram que o sistema de ar-condicionado da Corte seja inspecionado. Toffoli já foi internado duas vezes com problemas respiratórios, mas em ambos os casos os testes de Covid-19 deram negativo.

Em nota, os médicos apontaram que o “diagnóstico médico também indica a alta probabilidade de a reação alérgica ter sido ocasionada em razão das instalações prediais laborais, em especial pelos sistemas de ar-condiconado. Em razão disso, a cardiologista intensivista Ludhmilla Hajjar indicou ao Supremo Tribunal Federal a realização de um estudo do ambiente de trabalho, com a coleta de materiais e avaliação do sistema predial de ar-condicionado”.

O presidente do Supremo seguirá internado no hospital e sem previsão de alta.

Leia também1 Com pneumonite alérgica, Toffoli é internado em Brasília
2 União indenizará Dallagnol por causa de Gilmar Mendes
3 Kajuru ironiza solturas de Gilmar: 'Tem amor por ladrão'
4 Boris Casoy alerta sobre STF: 'Querem fazer Lula candidato'
5 Gilmar quer julgar suspeição de Moro "assim que possível"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.