Leia também:
X MJSP coordena operações contra o tráfico de drogas em 6 estados

Após vídeo de Ciro com Bíblia, Silas dispara: ‘Não nos engana’

Pedetista tentou fazer aceno aos cristãos, relacionando política e religião

Monique Mello - 21/06/2021 18h53 | atualizado em 21/06/2021 19h37

Após vídeo de Ciro com Bíblia, Silas dispara: ‘Não nos engana’ Foto: Reprodução YouTube

Ciro Gomes (PDT), possível candidato à presidência em 2022, resolveu acenar para o cristianismo em um novo vídeo divulgado nas redes sociais. O pedetista tentou passar a mensagem de que política e religião podem viver em harmonia.

– Somos um Estado laico, mas a Bíblia e a Constituição não são livros conflitantes. O mesmo acontece com a religião e a política. Se observamos bem, veremos que ideias centrais do cristianismo inspiram a vida de todos nós que lutamos por um Brasil melhor – escreveu Ciro na legenda do vídeo.

Nas imagens, Ciro aparece segurando a Bíblia em uma das mãos e a Constituição em outra, apontando a relação entre ambos e afirmando que “o Brasil se formou no berço do cristianismo”. Muitos internautas viram a publicação como “desespero” e que o pedetista estaria “atirando para todos os lados”.

O pastor Silas Malafaia, por sua vez, rebateu a publicação, apontando como o início da “temporada da enganação e da mentira política”.

– Ciro Gomes, tu pensa que vai enganar o povo Cristão? Vai enganar católicos e evangélicos? Conta outra, cara – disse em vídeo no Twitter.

Malafaia frisou a participação de João Santana, ex-marqueteiro do PT e recém contratado do PDT, na produção do material.

– Quem produziu o vídeo? Aquele que foi marqueteiro do PT e preso, aquele que fez um marketing lindo e elegeu Dilma enganando o povo brasileiro – disparou o pastor.

 

 

Leia também1 Ciro diz que lutará para disputar 2º turno como 'obrigação moral'
2 Em vídeo, Ciro Gomes ataca Bolsonaro: 'Traiu o nosso país'
3 Malafaia denuncia "jogo sujo da Globo com os canalhas da CPI"
4 Após criticar a Globo, Bolsonaro é elogiado em rede social
5 Huck diz que Bolsonaro cometeu 'covardia' ao criticar repórter

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.