Após surtar em comissão, deputada do PSL deixa partido

Alê Silva criticou a legenda aos gritos durante sessão na Câmara

Pleno.News - 09/10/2019 15h03

Deputada Alê Silva deixa o PSL Foto: Câmara dos Deputados/Reila Maria

Durante uma sessão da Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados, a deputada federal Alê Silva (PSL-MG) atacou o PSL. Depois anunciou que sairá da sigla. A reunião aconteceu nesta quarta-feira (9).

Na sessão, ela atacou a legenda aos gritos e visivelmente abalada. Silva afirmou que é um partido pequeno que só chegou onde chegou por causa do presidente Jair Bolsonaro.

– Esse partido não é do governo, esse partido não é do Bolsonaro. Esse partido só quer dinheiro e que se dane o povo brasileiro. Só quer dinheiro. Partido pequeno, nanico, que chegou onde chegou por causa de Bolsonaro. Se não fosse Bolsonaro, esse partido não teria nem passado na cláusula de barreira – acusou.

Alê Silva foi excluída da CFT. Ela foi uma das deputadas do partido que acusou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, de comandar um esquema de candidaturas laranja para desviar dinheiro público.

LEIA TAMBÉM+ Presidente do PSL responde Bolsonaro: "Já está afastado"
+ Bolsonaro diz que não vai sair do PSL de "livre vontade"
+ 'Como fiz caixa 2 se não fiz campanha?', diz Bolsonaro


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo