Leia também:
X Bolsonaro questionará Queiroga sobre máscaras em crianças

Após ficar quase 5 meses preso, deputado Daniel Silveira é solto

Parlamentar deixou a prisão no fim da manhã desta terça-feira

Paulo Moura - 09/11/2021 11h47 | atualizado em 09/11/2021 12h07

Deputado Daniel Silveira Foto: Vinicius Loures/Agência Câmara

Preso desde o dia 24 de junho, por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi solto nesta terça-feira (9) e deixou o Batalhão Especial Prisional da Polícia Militar, em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, no fim da manhã.

Na decisão que revogou a prisão de Silveira, tomada na segunda-feira (8), Moraes substituiu a detenção por algumas medidas cautelares, entre elas a “proibição de ter qualquer forma de acesso ou contato com os demais investigados” nos inquéritos das fake news e das milícias digitais e a “proibição de frequentar toda e qualquer rede social”.

De acordo com o ministro do STF, as redes sociais são um “instrumento utilizado para a prática reiterada das infrações penais imputadas ao réu pelo Ministério Público”. Na decisão, o ministro destaca que o descumprimento das medidas poderá fazer com que a ordem de prisão seja restabelecida.

A primeira prisão de Silveira ocorreu em fevereiro deste ano, por determinação de Moraes, após a divulgação de um vídeo em que o deputado criticava os ministros do STF. No dia seguinte à sua detenção, o plenário do Supremo decidiu mantê-lo na prisão.

Silveira foi para prisão domiciliar em março e voltou para o Batalhão Especial no final de junho por supostamente descumprir o uso de tornozeleira eletrônica. A nova ordem de prisão foi do ministro Alexandre de Moraes, a pedido da Procuradoria-Geral da República.

Leia também1 Bolsonaro questionará Queiroga sobre máscaras em crianças
2 Cidade que vacinou em massa com CoronaVac triplica casos
3 Vídeo: Em Nova Iorque, repórter da Globo é hostilizado na rua
4 WhatsApp testa nova função que permite reunir grupos. Entenda!
5 Secretário municipal de SP é exonerado após apoiar Leite

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.