Leia também:
X Governo federal proíbe visita íntima para presos solteiros

Após derrota nas prévias, Leite recebe Moro no Palácio Piratini

Governador disse que "canal está aberto" para a criação de "uma alternativa" para o país

Pleno.News - 04/12/2021 16h04

eduardo leite encontra sergio moro
Deputado Maurício Dziedricki, deputada Renata Abreu, governador do RS, Eduardo Leite, e ex-ministro Sergio Moro Foto: Divulgação / Podemos

Após ser derrotado nas prévias do PSDB para a candidatura à presidência da República, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, se reuniu com o pré-candidato do Podemos ao Planalto, o ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, na manhã deste sábado (4).

Em publicação em suas redes sociais, Leite destacou que o “canal está aberto” para a criação de “uma alternativa” para o país. A reunião ocorreu no Palácio Piratini, sede do governo gaúcho. O vencedor das prévias tucanas, o governador de São Paulo, João Doria, também já indicou que deve se encontrar com Moro, como parte de uma aproximação entre os dois partidos.

A publicação deste sábado reforça declarações dadas nesta semana, em que o governador gaúcho cobrou de seu partido e de Doria a construção de uma aliança para derrotar o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de 2022.

Leite também afirmou que a conversa envolveu o combate às desigualdades, a retomada da economia e a “construção de convergências políticas para enfrentar os problemas da vida real dos brasileiros”.

O Podemos também divulgou nota sobre o encontro no Palácio Piratini, destacando conversa sobre “os desafios da construção de um Brasil justo para todos”. A presidente nacional do Podemos, deputada federal Renata Abreu, também participou da reunião.

O partido realiza neste sábado a Convenção Estadual no Rio Grande do Sul e filia diversas lideranças, como o deputado federal Maurício Dziedricki.

Além do evento no Rio Grande do Sul, Moro vai fazer um giro pelo país nesta semana para divulgar seu livro autobiográfico. Ele vai para Recife (PE), Curitiba (PR), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ).

*AE

Leia também1 Michelle reagiu à aprovação de Mendonça com pulos e oração
2 TCU analisará privatização da Eletrobras em 8 de dezembro
3 STF: Moraes manda investigar Bolsonaro por 'vacina e HIV'
4 Mario Frias rebate acusação de corrupção: "Mídia patética"
5 STF: Fachin vota por 'liberar' linguagem neutra em escolas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.