Leia também:
X Após Lava Jato, Moro e Zanin voltarão a estar frente a frente

Após depredações de 8 de janeiro, STF reabre para visitas

Pessoas podem acessar o edifício por meio de agendamento prévio

Thamirys Andrade - 02/06/2023 11h58 | atualizado em 02/06/2023 12h49

STF Foto: STF/SCO/Dorivan Marinho

Fechado para visitações desde as depredações do dia 8 de janeiro, o edifício sede do Supremo Tribunal Federal (STF) reabriu para visitantes após passar por obras de restauração. Agora, o prédio poderá receber pessoas previamente agendadas por meio da apresentação de seus dados pessoais e marcação de horário.

Na visita, as pessoas podem acessar o Salão Nobre e conferir documentos e móveis históricos, além de acompanhar julgamentos da Corte no plenário e nas turmas.

Também podem observar peças que foram danificadas e vestígios dos atos de 8 de janeiro que não passaram por restauração visando documentação histórica.

É proibida a entrada nas dependências da Corte trajando camisetas, bermudas e chinelos.

Leia também1 Transparência Internacional critica indicação de Zanin ao STF
2 Lira ficou "espumando de raiva" com ação da PF, diz colunista
3 Saiba quanto ganha um ministro do Supremo Tribunal Federal
4 Após Lula indicar Zanin, Rosa lamenta número de mulheres
5 Zanin recebeu R$ 2,9 milhões do PT e da campanha de Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.