Leia também:
X Homem é preso suspeito de estuprar afilhada de 13 anos

Após crítica a pesquisas, Lira indica que Folha vestiu carapuça

Presidente da Câmara defendeu punição para institutos de pesquisa que erram "demasiado"

Pleno.News - 23/09/2022 10h08 | atualizado em 23/09/2022 12h12

Arthur Lira Foto: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), alfinetou o jornal Folha de S.Paulo, sugerindo que o periódico tenha “vestido a carapuça” após ele defender a punição de empresas de pesquisa eleitoral que, segundo ele, erram de forma intencional ou “demasiado”.

No Twitter, Lira compartilhou a publicação da reportagem feita pela Folha sobre o assunto. Nela, o periódico afirma que o presidente da Câmara “endossa Bolsonaro, lança insinuações sobre pesquisas e pede punição a institutos”. Também acrescenta que Lira “contesta levantamentos e, sem provas, fala em ‘manipulações de resultados'”.

Em sua postagem sobre a matéria, Lira frisou que não chegou a mencionar nenhum instituto em específico.

– Não acusei nenhum instituto de manipular pesquisa. Apenas, como milhares de brasileiros, não entendo tantas divergências de números. Devemos agir dentro da legalidade para evitar manipulações. Quem vestiu a carapuça precisa se explicar – pontuou ele.

A Folha de S.Paulo pertence ao mesmo grupo que o instituto de pesquisa DataFolha. Segundo a pesquisa mais recente divulgada por eles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva possui 47% das intenções de voto e o presidente Jair Bolsonaro tem 33%. Na terceira colocação está Ciro Gomes, com 7%, e Simone Tebet com 5%.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.