Leia também:
X PGR quer apurar possível crime de improbidade de Kataguiri

Anvisa já cobra o passaporte da vacina em aeroportos do Brasil

A medida foi adotada para cumprir uma decisão do Supremo Tribunal Federal

Pleno.News - 13/12/2021 21h41 | atualizado em 14/12/2021 10h05

Anvisa inicia cobrança de passaporte da vacina em aeroportos Foto: Reprodução/freepik

A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou aos colaboradores dos aeroportos do país sobre a necessidade de cumprimento imediato da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que prevê a obrigatoriedade do comprovante de vacinação contra Covid-19 de viajantes que chegarem ao país. Segundo o órgão regulador, o documento começou a ser cobrado nesta segunda-feira (13).

– A Anvisa já notificou os seus colaboradores de fronteira, especialmente de aeroportos, no sentido de cumprimento imediato da decisão do STF – disse o órgão em nota ao Estadão.

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, determinou neste sábado (11), que os viajantes apresentem comprovante de vacinação contra Covid-19 para entrar no Brasil por voos internacionais ou fronteira terrestre. Ele pode ser impresso ou em meio eletrônico, com imunizantes aprovados pela Anvisa ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os viajantes que não puderem comprovar a imunização serão impedidos de entrar no país. A decisão liminar ainda vai passar pelo crivo dos demais ministros no plenário virtual.

A Anvisa informa que aguarda uma portaria do governo federal para definir as adequações operacionais nos aeroportos. A expectativa é de que esse detalhamento seja publicado ainda nesta segunda-feira.

A Casa Civil informou que a norma será “adequada à decisão” do STF.

– A Agência aguarda também a edição de Portaria Interministerial com maior detalhamento das regras para entrada de viajantes no Brasil, a fim de que possa realizar as adequações operacionais que se fizerem necessárias – apontou outro trecho da nota.

Embora seja adotada em outros países e defendida por especialistas para barrar o coronavírus, especialmente com a descoberta da variante Ômicron, a exigência do comprovante de vacinação contrariou uma série de declarações do presidente Jair Bolsonaro, que tem criticado a restrição.

*AE

Leia também1 Governo: Regra para viajantes será 'adequada' à decisão do STF
2 Crítica do governo, Anitta dá beijo triplo em show lotado
3 Depois do Rio de Janeiro, Brasil deve ter epidemia de gripe
4 Ômicron representa risco global "muito alto", diz OMS
5 Portugal entra em nível de risco 'muito elevado' de transmissão de Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.