Leia também:
X Bolsonaro defende Mendonça após condenação de Silveira

André Mendonça discute caso Silveira com bancada evangélica

Magistrado encontrou-se com parlamentares em Brasília

Monique Mello - 29/04/2022 11h23 | atualizado em 30/04/2022 08h54

Ministro André Mendonça Foto: STF/SCO/Carlos Moura

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) André Mendonça foi aconselhado por um grupo de parlamentares da bancada evangélica acerca do caso do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). O magistrado recebeu deputados e senadores nesta terça-feira (26) em Brasília.

O voto de Mendonça em favor da cassação de Silveira repercutiu negativamente entre a ala conservadora. Os parlamentares evangélicos aconselharam o magistrado a não justificar seus votos nas redes sociais depois de proferi-los na Corte.

No caso de Silveira, as críticas motivaram o magistrado a usar as redes sociais para tentar explicar seu voto no julgamento do dia 20 de abril. Por meio de publicação no Twitter, Mendonça afirmou que não foi “chamado para endossar comportamentos que incitam atos de violência”.

De acordo com os parlamentares, justificar o voto abre margem para os ataques. Eles garantiram, no entanto, que Mendonça seguirá tendo apoio da Frente Parlamentar Evangélica.

Leia também1 Bolsonaro defende Mendonça após condenação de Silveira
2 Feriado deste domingo terá atos pró-Bolsonaro e pró-Lula em SP
3 PTB não vê motivo para Daniel Silveira deixar CCJ da Câmara
4 Lira diz a ministros do STF que Silveira não ficará na CCJ, diz TV
5 Após pressão, PTB avisa que vai manter Daniel Silveira na CCJ

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.