Leia também:
X Delegado da PF que já investigou o PCC vai apurar facada

Ana: “Se Adélio fosse um lobo solitário, existiria tanto sigilo?”

Comentarista questionou os motivos pelos quais a investigação não traz respostas claras

Paulo Moura - 05/01/2022 08h49 | atualizado em 05/01/2022 11h07

Comentarista Ana Paula Henkel no programa Os Pingos nos Is Foto: Reprodução/Jovem Pan

A comentarista Ana Paula Henkel, da Jovem Pan News, questionou durante a edição desta terça-feira (4) do programa Os Pingos no Is o nível de sigilo das investigações envolvendo a facada sofrida pelo presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018, praticada por Adélio Bispo. De acordo com ela, não existem respostas claras sobre a apuração.

– Até agora, as respostas não são claras, e, aí, fica a dúvida: o que está impedindo essa investigação de continuar, de seguir num rumo que traga respostas pertinentes? É a PF, ou existe algum politico envolvido? Não foi explicado até hoje aquele falso álibi do nome do Adélio estar na entrada da Câmara dos Deputados – questionou.

As declarações de Ana aconteceram enquanto o programa jornalístico falava sobre a retirada da sonda nasogástrica do chefe do Executivo e noticiava a informação de que o líder deve receber alta hospitalar nesta quarta-feira (5). Na ocasião, a comentarista desejou melhoras ao líder e pediu que as investigações sobre o crime praticado contra Bolsonaro sejam aprofundadas.

– Se Adélio fosse realmente um lobo solitário, será que estaria existindo tanto sigilo em volta dessas investigações? Nós seguimos desejando melhoras ao presidente Bolsonaro, mas também desejamos que as investigações sejam aprofundadas e as respostas comecem a aparecer para a população brasileira – finalizou.

Leia também1 Delegado da PF que já investigou o PCC vai apurar facada
2 Papa Bento XVI acobertou padre suspeito de abusos, diz jornal
3 Carol Celico revela diagnóstico de colite e faz alerta
4 Veja os principais sintomas da gripe, da Ômicron e da Delta
5 Médico de Jair Bolsonaro não descarta novas obstruções

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.