Leia também:
X Deputado aciona PGR contra uso da linguagem neutra pela EBC

Amorim diz que não cabe ao Brasil reprimir ditadura cubana

Declaração foi dada após encontro de Lula com o ditador cubano Miguel Díaz-Canel

Marcos Melo - 25/01/2023 20h31 | atualizado em 26/01/2023 10h51

Lula e o ditador cubano Miguel Díaz-Canel Foto: Ricardo Stuckert/PR

O assessor especial da Presidência da República para assuntos internacionais, Celso Amorim, declarou nesta terça-feira (24) que o Brasil não fará qualquer tipo de desaprovação pública a Cuba por violações aos direitos humanos. De acordo com Amorim, esse papel não cabe ao Brasil. O pronunciamento foi feito a jornalistas em Buenos Aires, após encontro de Lula (PT) com o ditador Miguel Díaz-Canel, presidente de Cuba.

Para Amorim, esse encontro sinaliza a normalização da relação entre os dois países. Quanto ao bloqueio dos Estados Unidos imposto à ditadura cubana, o assessor da Presidência classificou como “absurdo” e disse que precisa ter fim.

O país caribenho foi bastante beneficiado durante os governos do Partido dos Trabalhadores. Fazendo parte, inclusive, da lista dos países que deram um calote de R$ 5,2 bilhões no Brasil.

O governo de Fidel Castro deu um calote de R$ 1,12 bilhão no Brasil, dinheiro este enviado via empréstimos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), investimentos externos feitos com dinheiro brasileiro e que Lula já anunciou que vai retomar.

O Porto de Mariel custou R$ 2 bilhões e, como garantia do empréstimo, o país comunista ofereceu papéis de uma empresa de charutos.

Outro programa que rendeu valores importantes para Cuba foi o contrato com os Mais Médicos. A OPAS, entidade responsável por fazer os repasses do dinheiro do governo para os médicos contratados e para o governo cubano entregou mais de R$ 7,1 bilhões para os comunistas.

Leia também1 Lula quer unificar o pensamento político na América Latina
2 Temer refuta Lula após ataques do petista: "Golpe de sorte"
3 Luis Lacalle Pou estraga a festa da esquerda autoritária na Celac
4 Lula desmente Marina Silva e diz que erradicou a fome no Brasil
5 No Uruguai, Lula polemiza e chama Temer de "golpista"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.