Leia também:
X “Há grande possibilidade de o Brasil fabricar Sputnik V”

Amoêdo enfrenta resistência à sua candidatura dentro do Novo

Nos bastidores, ventilam-se os nomes do governador de MG e até do ex-técnico de vôlei Bernardinho

Gabriela Doria - 06/04/2021 16h30 | atualizado em 06/04/2021 16h54

João Amoêdo enfrenta resistência dentro do próprio partido Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr

O ex-candidato à Presidência da República João Amoêdo (e possível presidenciável em 2022) enfrenta resistência à sua candidatura dentro da própria legenda que ajudou a fundar, o Partido Novo.

Segundo o site O Antagonista, que ouviu um parlamentar da sigla, há uma ala que “não é da Faria Lima [bairro nobre de São Paulo]” que defende outros nomes para a eleição do próximo ano.

Ainda de acordo com o portal especializado em política, o grupo de oposição a Amoêdo nega ser “bolsonarista” e já cogita pelo menos três nomes diferentes para lançar à disputa. Entre eles estão o do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e o do ex-técnico de vôlei Bernardinho. Há também rumores de uma possível filiação ao partido do ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro – que até o momento não revela publicamente se tem o interesse de entrar para a política.

Em 2018, o empresário João Amoêdo recebeu 2,5% dos votos na eleição presidencial, ficando em quinto lugar. Recentemente, Amoêdo defendeu que o partido “busque uma candidatura que possa se opor a Lula e a Jair Bolsonaro”.

Leia também1 "Há grande possibilidade de o Brasil fabricar Sputnik V"
2 'Segurança Pública deve garantir o ir e vir', diz ministro da Justiça
3 STF nega pedido de suspensão do impeachment de Witzel
4 Bolsonaro diz que novo ministro da Justiça tem "sua própria PF"
5 Gilmar Mendes dá 5 dias para o governo explicar uso da LSN

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.