Leia também:
X PF indicia suspeitos de invadir celulares de autoridades

Aliança pelo Brasil prepara ação para coletar assinaturas

Partido precisa de quase 500 mil assinaturas para ser oficialmente criado

Paulo Moura - 19/12/2019 13h40 | atualizado em 19/12/2019 13h43

Aliança Pelo Brasil fará campanha para obtenção de assinaturas Foto: Reprodução

O partido Aliança pelo Brasil está preparando para esta sexta-feira (20), o início de um mutirão para coleta das assinaturas necessárias para a criação do partido. Em um texto enviado pelo marketing da legenda, a entidade afirma que os interessados poderão comparecer a qualquer cartório de registro de notas ou enviar as fichas pelos Correios.

No comunicado, a Aliança alerta que o próprio cartório será o responsável pelo envio das fichas, mas que para as assinaturas serem consideradas válidas, a firma dos interessados deve ser reconhecida.

– Lembre-se que precisamos do reconhecimento de firma da sua assinatura para que a Justiça Eleitoral libere a nossa Aliança para disputar as eleições de 2020 – alertou a Aliança.

A sigla tem se mobilizado nos últimos dias através de seu site e redes sociais nas campanhas para formalizar a legenda. No último sábado (14), o partido informou que a coleta seria iniciada nesta semana. Já nesta quarta-feira (18), a conta oficial da Aliança classificou a data como “Dia D” para as pessoas se desfiliarem de suas atuais legendas.

Para a criação oficial do partido, a Aliança pelo Brasil precisa recolher 491.967 assinaturas, em pelo menos nove estados. O número é equivalente a 0,5% do total de e votos válidos na última eleição para a Câmara dos Deputados. Se quiser participar das eleições municipais de 2020, a legenda precisa reunir as adesões necessárias até o próximo dia 4 de abril, que marca o limite de seis meses antes da eleição.

Mais informações sobre o processo de adesão e sobre as redes sociais da sigla podem ser obtidas no site do partido.

Leia também1 Ação contra o PSL pode levar parte da verba para Aliança
2 Deputados do PSL querem sair sem perder os mandatos
3 Bolsonaro critica aprovação do fundo eleitoral e indica veto

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.